12182639_1192213227474311_4958974681255757230_pequena

Saae consegue verba de R$ 3,51 milhões do FEHIDRO para Programa de Combate as Perdas de Água

  • Redatores: Renata Coutinho – DCS Saae
  • Release N.º: 1126
12182639_1192213227474311_4958974681255757230_pequenaadmin | SAAE | Indaiatuba -SP

O Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae) apresentou ao Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro) dois projetos para o combate às perdas de água, que foram aprovados pelo órgão pelo valor total de R$ 3.518.535,29 (três milhões, quinhentos e dezoito mil, quinhentos e trinta e cinco reais e vinte e nove centavos) para o desenvolvimento dos dois projetos. Os serviços já foram licitados e as empresas contratadas.

Para o desenvolvimento e implantação de estações remotas de medição e automação nas Estações de Captação de Água bruta (ECA), o valor investido é de R$ 2.899.965,29, sendo R$ 2.272.159,77 a fundo perdido e R$ 627.445,52 de contrapartida do Saae.

A contratação prevê o desenvolvimento e implantação de pontos de medição (vazão e pressão) e automação (comando, controle e proteção de conjunto moto-bombas) com transmissão de dados por telemetria via radiofrequência, a serem instalados nas ECAs  do Capivari-Mirim, Ribeirão Piraí, Represa do Cupini, Represa do Morungaba, Córrego da  Barrinha, Córrego do Barnabé, rio Jundiaí e Jardim Brasil, onde as informações serão enviadas para o banco de dados corporativo já existentes no Centro de Controle Operacional (CCO) instalado no Complexo Vila Avaí, possibilitando o monitoramento e controle remoto das operações pertinentes ao sistema de captação, permitindo melhor gerenciamento do sistema de abastecimento de água do Saae, sendo possível a redução do consumo de energia elétrica e auxiliando ainda mais na otimização do Controle de Perdas, uma vez que haverá controle do quanto de água bruta é captada e o quanto entra nas Estações de Tratamento de Água, sabendo se está havendo perda durante o trajeto.

Para aquisição de 30 medidores de vazão macro eletromagnético e 30 sensores de pressão para o sistema de abastecimento de água de Indaiatuba, o valor investido é de R$ 618.570,00, sendo R$ 426.823,30 a fundo perdido e R$ 191.756,70 como contrapartida da autarquia, e irá atender o Plano Diretor de Combate as Perdas de Água, que prevê a instalação de 23 setores de medição, estando 12 já implantados.

“O sistema de abastecimento e distribuição do Saae vem sendo modernizado graças à gestão e capacidade financeira da autarquia e das verbas conseguidas nos órgãos estaduais e federais através de projetos bem elaborados pela nossa equipe técnica, tornando esse sistema cada dia mais eficientes. “ Afirma o superintendente do Saae, engenheiro, Sandro Lopes Coral.

Estes equipamentos proporcionarão informações precisas sobre os volumes de água distribuídos, que em conjunto com o volume micro medido serão utilizadas na pesquisa de perdas no sistema de abastecimento. Uma vez que a constatação de diferença significativa entre a macro e micromedição indica a existência de perda de água na rede, facilitando a identificação de vazamento para reparo com mais rapidez e eficiência.

12182639_1192213227474311_4958974681255757230_o
12194713_1199398313422469_5167179944070951040_o