esse_DCS3900_p

Instalação de novos Macromedidores irá setorizar toda cidade possibilitando ainda mais o combate as perdas de água

  • Redatores: Renata Coutinho/ Marco Matos – DCS – Saae
  • Release N.º: 1173
essa_DCS3899_padmin | SAAE | Indaiatuba -SP

O Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae) está construindo as estruturas necessárias para a instalação dos 30 novos macromedidores e sensores de pressão adquiridos, que farão parte do sistema de abastecimento de água do município de Indaiatuba, para atender ao Plano de Diretor de Combate às Perdas de Água do Município de Indaiatuba. Os equipamentos serão interligados por telemetria ao Centro de Controle de Operações (CCO), proporcionando informações mais precisas sobre os volumes de água distribuída, que em conjunto com a melhoria da micromedição, serão utilizadas na pesquisa de perdas físicas e aparentes no sistema de abastecimento de água.

Para sua instalação é necessária a construção de caixas de concreto e estrutura elétrica, que estão sendo implantadas para receber os aparelhos.

Os equipamentos serão instalados nas saídas dos reservatórios e nas entradas dos setores de abastecimento e distritos de medição de consumo (DMC), afim de tornar o controle de perdas ainda mais eficiente. A rede de distribuição do município está dividida em 24 setores de abastecimento, que possibilita o controle de pressão e monitoramento das vazões na rede de distribuição através da limitação das zonas de influência da cidade, permitindo a localização com maior facilidade dos vazamentos e possibilitando a melhor análise para tomada de decisões, reduzindo custos e minimizando os transtornos à população.

Dos 24 setores, 14 já estão implantados e com os novos equipamentos será possível setorizar todo município.

Para esta obra serão usados recursos vindo através do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO), o repasse a fundo perdido é de R$ 426.813,30, com contrapartida Saae de R$ 191.756,70, num total de R$ 618.570,00.

“Poucos sistemas de abastecimento de água do país fazem tanto investimento no combate as perdas de água e tem um sistema tão moderno e eficiente como o nosso”, enfatizou o superintendente do Saae, Sandro Coral.

Está é apenas uma das ações que fazem parte do Plano Diretor de Combate às Perdas, que é desenvolvido por uma equipe técnica multidisciplinar entre os departamentos de Obras, Engenharia, Planejamento, Projetos, Hidrometria, Informática e Comunicação, que prevê, além da Macromedição e Setorização, a implantação:

VÁLVULAS REDUTORAS de PRESSÃO (VRP’s)

A instalação das VRP’s na rede de distribuição possibilita o controle da pressão e redução do número de rompimentos na rede de abastecimento, e do volume de perdas de água gerado por vazamentos.

PESQUISA DE VAZAMENTOS

A pesquisa de vazamentos é uma ação contínua que o Saae vem realizando e intensificando ao longo dos anos.

Para garantir a eficácia da pesquisa de vazamentos não visíveis, a autarquia possui um cadastro atualizado das redes de abastecimento e equipamentos de ponta, possibilitando o conserto com mais rapidez e eficiência. Os macromedidores tem papel importante nesta ação.

SUBSTITUIÇÃO DE HIDROMETROS

Seguindo determinação do Inmetro, outra importante ação executada pelo Saae, é a troca dos hidrômetros com mais de 5 anos de uso. Com o passar do tempo, há um desgaste dos componentes internos do relógio, que não registram o volume real de água consumido no imóvel. Até 12 de setembro foram substituídos 11.688 hidrômetros.

SUBSTITUIÇÂO DE REDES E ADUTORAS ANTIGAS

Para reduzir as perdas causadas por vazamentos o (Saae) SAAE vem substituindo por toda cidade, as redes e adutoras antigas. Dos 11 quilômetros de redes previstos para serem substituídas, 8 quilômetros já estão completos.

 

essa_DCS3899
esse_DCS3900
_DCS3916