essa_p_DCS7362

Sistema de Aeração é posto em teste na obra de ampliação da ETE Mário Araldo

  • Redatores: Marco Matos – DCS Saae
  • Release N.º: 1237
essa_p_DCS7352admin | SAAE | Indaiatuba -SP

Nesta quinta feira, 30, foi realizado o teste preliminar e inicial do sistema de aeração das lagoas de tratamento 3 e 4 na obra de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Mário Araldo Candello.. Essa é a maior obra de saneamento de Indaiatuba, que permitirá o tratamento de 100% do esgoto coletado na área urbana.

O sistema de aeração é o coração do processo de tratamento, os testes ainda que preliminares confirmaram o funcionamento como o esperado, deixando as lagoas prontas para entrar em operação. O sistema é responsável pelo fornecimento de oxigênio necessário para que ocorram as reações e os processos de (bio)degradação ou depuração da matéria orgânica presente no esgoto.

A ETE Mário Araldo Candelo usa um dos mais avançados métodos de tratamento de esgoto: o biológico. Hoje sua capacidade máxima de tratamento é de 1000 litros por segundo, com uma carga orgânica de 200 DBO5 mg/l.. Após as obras sua vazão máxima de tratamento será ampliada para 1320 L/s e uma carga orgânica diária estimada em 458 DBO5 mg/L.

 “Esta é mais uma obra de grande importância não só do ponto de vista de infraestrutura para o município, mas, também do grande compromisso ambiental que a administração da cidade tem com as futuras gerações. ” Comentou o superintendente do Saae, engenheiro Sandro Coral.

Com a finalização, o sistema de tratamento de esgoto da cidade será ainda mais eficiente, contemplando também o modelo de tratamento terciário, através de desinfecção do efluente por hidróxido de sódio e utilização de membranas ultra filtrantes no processo de produção de água de reuso, elevando a contribuição da cidade com o meio ambiente e garantindo um serviço de qualidade para a população.

essa_DCS7352
essa_DCS7362
_DCS7341
_DCS7346