Prefeito visita obras de ampliação da ETE Mário Araldo Candello

foto_p

Prefeito visita obras de ampliação da ETE Mário Araldo Candello

  • Redatores: Marco Matos – DSC Saae
  • Release N.º: 1227
foto_padmin | SAAE | Indaiatuba -SP

Nesta segunda-feira, 6, o  prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar ao lado do superintendente do Saae, engenheiro Sandro Coral, visitou as obras de adequação e ampliação na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Mário Araldo Candello e, também, a ETA III – Estação de Tratamento de Água, no bairro Pimenta.

A ETE já está com 80% de sua obra de ampliação concluída e, quando finalizada, tratará 100% de todo esgoto coletado em de Indaiatuba, elevando a contribuição da cidade com o meio-ambiente e qualidade de vida da população. A ampliação da ETA 3 já está em operação e aumentou em 50% sua capacidade de tratamento.
Os investimentos em abastecimento e saneamento são constantes em Indaiatuba, o que garante serviços de qualidade para a população.

ETE MÁRIO ARALDO CANDELLO

A ETE MAC está sendo adequada e ampliada para tratar 100% do esgoto coletado no município. A estação utiliza um dos mais avançados métodos de tratamento de esgoto do mundo: o biológico, pelo processo de lodo ativado por aeração prolongada com ar difuso, cuja finalidade é introduzir ar atmosférico na massa líquida. A eficiência mínima será de 95% na remoção de DBO e de 80% na remoção de nutrientes (NTK).

A ampliação também contempla o modelo de tratamento terciário através de desinfecção do efluente por hipoclorito de sódio e utilização de membranas ultra filtrantes no processo de produção de água de reuso. O resultado do tratamento será um produto que poderá ser utilizada por empresas que não usam água tratada em suas linhas de produção, para lavagem de ruas e rega de jardins.

ETA III

A ampliação da Estação construiu um novo reservatório semienterrado com capacidade para armazenar 1 milhão de litros de água, um sistema de recuperação de água de lavagem, além dos filtros e decantadores dos módulos de tratamento.

O módulo em construído, ampliou a capacidade para tratar 150 litros por segundo, idêntico aos dois já existentes, aumentando de 300 L/s para 450 L/s, ou seja, um acréscimo de 50% na oferta de água tratada distribuída por esta Estação, para a zona Sul da cidade.

foto