DSC_9447_p

Saae revitaliza mais três nascentes encontradas na Fazenda Santo Izidro

  • Redatores: Rose Parra – DCS
  • Release N.º: 1273
DSC_9379_padmin | SAAE | Indaiatuba -SP

O Serviço Autônomo de Águas e Esgotos (Saae) continua ativamente a desenvolver o Programa de Recuperação de Nascente. Das 60 previstas, faltam apenas 13 nascentes para serem recuperadas, das quais já estão em fase de iniciação, entre elas, as do Pesqueiro Espelho d´Água, Hípica e Fazenda Santa Helena, no Mato Dentro.

Essa semana a revitalização foi realizada na Fazenda Santo Izidro. O coordenador do Programa de Nascentes, Ildo de Souza Dias, explicou que na Fazenda Santo Izidro foram revitalizadas três nascentes além de ser localizada uma fossa negra — forma mais primitiva de saneamento, e que o proprietário foi comunicado e já trocou pela fossa séptica que consiste num recinto fechado e enterrado no subterrâneo para a depuração de compostos residuais domésticos (sólidos e líquidos), fazendo parte do sistema de tratamento de esgoto sanitário da maioria das residências.

SANTO IZIDRO

O local foi demarcado e cercado e o solo recebeu insumos, adubo e calcário e assim preparado para o plantio de duas mil mudas. Além disso, é feita a manutenção do local e o controle de formigas.

Para ajudar nesta tarefa a empresa Sergram Ambiental foi contratada para fazer o plantio de 17 mil mudas em 23 nascentes, com o apoio e supervisão direta dos técnicos ambientais da autarquia e da prefeitura, que são responsáveis também pela limpeza, cercamento da área para evitar pisoteio de animais e contenção de erosão antes do plantio das mudas.

O programa além da conservação das nascentes, visa conscientizar os agricultores e munícipes sobre a importância desse recurso para a melhoria da qualidade e da quantidade na disponibilidade hídrica, reduzindo o risco de escassez e a melhora na qualidade ambiental das áreas urbanas e rurais do município, fazendo parte também das ações do Programa Município Verde Azul do Governo do Estado.

Uma parceria essencial para o sucesso do programa é com os proprietários de áreas rurais onde estão localizadas 25 nascentes. Após o plantio, a manutenção fica sob responsabilidade dessas propriedades privadas.

 “As nascentes abastecem os riachos, córregos e cursos d’água que por sua vez abastecem os rios. Se não houver a proteção das nascentes, menor será a vazão de água disponível, os cursos d’água podem secar e a qualidade das águas será prejudicada”, destaca o superintendente do Saae, engenheiro, Sandro Coral.

CORREDOR ECOLÓGICO

Estas ações também trarão a conectividade dos fragmentos florestais existentes na propriedade, formando assim um corredor ecológico que permitirá o livre deslocamento de animais e a dispersão de sementes. Tem a finalidade de diminuir os efeitos da fragmentação dos ecossistemas, aumentando a cobertura vegetal. É importante para a manutenção do fluxo de espécies entre fragmentos naturais e, com isso, a conservação dos recursos naturais e da biodiversidade. São, portanto, uma estratégia para amenizar os impactos das atividades humanas sob o meio ambiente e uma busca ao ordenamento da ocupação humana para a manutenção das funções ecológicas no mesmo território.

DSC_9379
DSC_9447
DSC_9462
DSC_9482