essa_DSC1019

Prefeito apresenta em Brasilia projeto importante para a Bacia do Rio Jundiai em Indaiatuba

  • Redatores: Rose Parra – DCS Saae
  • Release N.º: 1285
essa_DSC1019admin | SAAE | Indaiatuba -SP

O prefeito Nilson Gaspar (MDB) e a superintendente adjunta do Serviço Autônomo de Agua e Esgotos (Saae), Vanessa Kühl, estiveram em Brasília, na terça-feira (29), para apresentar o “Programa Integrado de Saneamento e Recursos Hídricos de Indaiatuba /SP – Rio Jundiaí Limpo”, no Ministério da Economia e representantes de setores ligados aos Recursos Externos.

O projeto prevê obras importantes na bacia do rio Jundiaí, principalmente na margem esquerda do rio, onde está a região de Itaici, como a construção de uma nova Estação de Tratamento de Água, reservatórios, adutoras, interceptor de esgotos na margem esquerda do Rio e implantação da segunda fase do projeto de distribuição de Água de Reúso.

Na última sexta-feira (25), a Prefeitura enviou o projeto, via Carta-Consulta, para a COFIEX que é a Comissão de Financiamento Externo, composta por diferentes órgãos da Esfera Federal, entre eles a Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda – SAIN/MF, ligado ao. Ministério da Economia. Indaiatuba foi selecionada na sequencia o que resultou na viagem para Brasília essa semana.

Para o Prefeito de Indaiatuba, ser selecionado com tanta rapidez já mostra que Indaiatuba tem projetos interessantes e viáveis de melhorias para Indaiatuba.

 “A reunião foi muito produtiva, tivemos a oportunidade de mostrar o comprometimento e a seriedade da nossa administração e o potencial do nosso município”. Me sinto privilegiado e orgulhoso em poder representar Indaiatuba. Durante o encontro recebemos um feedback positivo do Conselho, por isso, acredito que em breve, teremos boas notícias”, comenta Nilson Gaspar.

A superintendente adjunta, explica que a análise do Pleito é feita por meio da Carta-Consulta, que é um Pleito de Financiamento referente a um projeto que contará com recursos externos e deve conter os seus respectivos componentes, produtos e custos previstos, bem como o objetivo e outras informações necessárias à avaliação do Pleito.

“A partir de agora a COFIEX analisa e se for positivo, autoriza a assinatura do contrato, ressalta Vanessa Kühl”. “A aprovação na COFIEX, coordenada pela Secretaria de Assuntos Econômicos Internacionais, é a primeira etapa para a obtenção dos financiamentos externos com a garantia da União”, completa.

RECURSOS INTERNACIONAIS

Os projetos são realizados com recursos de organismos internacionais como o Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura (Fida), o Green Climate Fund (GCF), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata).

 

essa_DSC1019