WhatsApp Image 2020-07-15 at 11.52.19

Saae finaliza limpeza e desassoreamento no primeiro trecho do córrego do Buru e inicia segundo lago

  • Redatores: Renata Coutinho – DCS Saae
  • Release N.º: 1352
WhatsApp Image 2020-07-15 at 11.52.19admin | SAAE | Indaiatuba -SP

O Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgotos) finalizou nesta semana o desassoreamento e formação do primeiro lago do Córrego do Buru, onde está sendo implantado o Parque Ecológico do Buru, na região do Parque Campo Bonito. A obra, em uma área de aproximadamente 30 mil m² é realizada pela Prefeitura de Indaiatuba, que iniciará a urbanização do espaço e ainda implantará pista de caminhada, ciclovia, playground e academia ao ar livre.

No primeiro lago houve a movimentação de aproximadamente 5 mil m³ de terra, entre retirada de lodo e formação de via de acesso ao local. Agora o Saae inicia o desassoreamento do segundo lago, extensão das galerias pluviais e limpeza da área onde será feito o plantio de mudas nativas. A previsão de conclusão desta etapa é até o final deste ano.

O novo parque será margeado por uma avenida, que permitirá que ele funcione como um grande canteiro, como é o Parque Ecológico do Córrego do Barnabé, principal cartão postal de Indaiatuba.

O Parque do Buru é mais um compromisso que o prefeito Nilson Gaspar assumiu com os moradores da cidade e cumpre. “Estamos implantando toda uma infraestrutura voltada para o lazer e práticas esportivas, para a maior qualidade de vida da população”, afirma.

Entre os bairros que serão beneficiados estão também o Jardim dos Tucanos e Bem-Te-Vis, por onde os trabalhos começaram a partir da Avenida Manoel Ruz Peres, e também o Jardim Beija Flor, Andorinhas e Parque Campo Bonito.

 

MEIO AMBIENTE

A obra, além dos benefícios sociais, é de grande importância ambiental, pois melhora a qualidade do Córrego do Buru, que é um afluente do Rio Tietê.

A formação dos lagos aumenta a reservação de água bruta, regula a vazão das chuvas, ajuda na percolação do lençol freático e melhora a qualidade dos cursos hídricos do qual é afluente.

Já o plantio de mudas nativas irá formar a mata ciliar para proteção o córrego de erosões e futuros assoreamentos, além da interação entre os ecossistemas terrestre e aquático.

WhatsApp Image 2020-07-15 at 11.52.19